Notice: Undefined index: weather_location in /home/integrit/public_html/wp-content/plugins/jnews-weather/class.jnews-weather.php on line 64
Adjudicado para Electro sul do grupo INTELEC Holding concurso de arrendamento de imóvel para o FNDS no valor de 8.815.056,60 MT

Adjudicado para Electro sul do grupo INTELEC Holding concurso de arrendamento de imóvel para o FNDS no valor de 8.815.056,60 MT

INTEGRITY-MOÇAMBIQUE, 14 de Março de 2023-Está lançada mais uma polémica envolvendo o nome do empresário Salimo Abdula. Desta vez, trata-se da adjudicação para o arrendamento de imóvel para o funcionamento do escritório do Fundo Nacional do Desenvolvimento Sustentável (FNDS). Entretanto, o anúncio de adjudicação está a levantar fortes críticas, uma vez que o concorrente adjudicado é a empresa Electro Sul Limitada que tem como Director desde Fevereiro de 2014, Jahyr Abdula, filho do empresário Salimo Abdula, proprietário do grupo INTELEC Holding, onde o seu filho também ocupa a função de Administrador Comercial.

O concurso que está a levantar fortes críticas, é devido aos valores monetários envolvidos, onde em 12 meses de arrendamento de imóvel para o funcionamento do escritório do FNDS, uma Instituição tutelada pelo Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural (MADER), liderado por Celso Correia, responsável pela gestão do SUSTENTÁ, vai pagar em um ano cerca de 8.815.056,60 MT, ou seja, mensalmente passaram a pagar mais de 734 mil meticais só em renda de imóvel, conforme consta no anúncio de adjudicação divulgado recentemente.

O caso que está ser fortemente questionado nas redes sociais, principalmente depois que o empresário Salimo Abdula, beneficiou-se de isenções polémicas para adquirir uma viatura luxuosa, sem pagar as devidas taxas, e o FNDS que se encontra a braços com as recentes polémicas do Ministro Celso Correia, que a partir de Roma anunciou dados estatísticos sobre a situação alimentícia no País que gerou uma onda de críticas e contestações.

Salientar que a Electro Sul foi fundada nos anos 90 como uma oficina de bobinagem, onde já chegou a produzir mais de 150 mil contadores de energia eléctrica pré-paga por ano. Entretanto, parece que nos últimos anos aglutinou o negócio de arrendamento de edifícios – um ofício novo! (INTEGRITY)

Exit mobile version