Notice: Undefined index: weather_location in /home/integrit/public_html/wp-content/plugins/jnews-weather/class.jnews-weather.php on line 64
"Dor por Quelimane": Paulino Lenço diz para os membros da Frelimo não terem “vergonha porque os resultados eleitorais foram fabricados no gabinete”

“Dor por Quelimane”: Paulino Lenço diz para os membros da Frelimo não terem “vergonha porque os resultados eleitorais foram fabricados no gabinete”

INTEGRITY-MOÇAMBIQUE, 21 de fevereiro de 2024-Foi durante a Sessão do Comité Provincial do Partido Frelimo na Zambézia que o 1º Secretario do Partido naquela região, Paulino Lenço disse de viva voz que a Frelimo venceu em todas as sete autarquias da província, nomeadamente: Cidade de Quelimane, Mocuba, Milange, Morrumbala, Maganja da Costa, Gurué e Alto-Molócuè, onde duas delas encontram-se sob a gestão do Partido RENAMO.

Entretanto, Paulino Lenço afirmou que “camaradas, não podemos ter vergonha de afirmar que ganhamos em todas as sete autarquias, mas os resultados foram fabricados no gabinete”. As declarações de Paulino Lenço são a continuidade de um conjunto de declarações similares já feitas por outros membros do Partido na Zambézia.

Na ocasião, Paulino Lenço defendeu que nas eleições autárquicas de 2023, a Frelimo não teve adversário político. “Todos sabem que desta vez, não tivemos nenhum adversário, nem a RENAMO, nem o MDM, nem o ND(M) não foram adversários da Frelimo”, defendeu Lenço.

Contudo, a vitória da RENAMO na Cidade de Quelimane depois da reposição da verdade eleitoral pelo Conselho Constitucional, vem deixando os membros seniores da Frelimo na Zambézia irritados, tendo já feito várias reuniões ao nível central do partido, reclamando o porque do Partido ao nível da liderança máximo permitiu que a Cidade de Quelimane e Alto-Molócuè fossem atribuídas a RENAMO depois dos órgãos eleitorais em todos os níveis terem dado vitória a Frelimo, mesmo quando as actas e editais da RENAMO confirmavam que eram os legítimos vencedores das eleições autárquicas naquelas urbes. (Omardine Omar)

Exit mobile version